Oito Dicas para uma compra saudável no Supermercado

Primeiramente, a ideia é sempre comprar o necessário no supermercado, mas sempre saímos com o carrinho cheio. Saiba 08 dicas para controlar os seus impulsos. Conheça os motivos por trás desse hábito e ECONOMIZE.

Descanse antes

Pode ser perigoso estar cansado ou sonolento no carrinho de compras.

Um relatório da revista Obesity descobriu que os indivíduos com orçamento fixo, tinham maior probabilidade de comprar alimentos com mais calorias ao fazer compras em um estado de privação de sono, comparado o com as escolhas alimentares que eles fizeram após uma noite de sono reparador.

Com isso, a possível explicação é que: Sem um descanso ou uma noite de sono adequada é acionada uma parte do cérebro suscetível a recompensas alimentares. Consequentemente faz com que os alimentos mais gostosos e geralmente mais calóricos, pareçam mais atraente.

Dessa forma, tente tirar uma soneca antes de fazer compras se estiver exausto.

Leve Dinheiro

De acordo com estudo publicado no Journal of Consumer Research, descobriu que os compradores geralmente são mais propensos a fazer compras impulsivas de alimentos (menos nutritivos) quando tem facilidade de ultrapassar o orçamento (cartão crédito).

Dessa forma, é menos provável que você pense duas vezes antes de soltar o saco de batatas fritas no carrinho se não precisar sofrer com a carteira. Separe uma quantia fixa de dinheiro disponível, e tente realizar a compra apenas com o montante em mãos.

comprar o necessário no supermercado

Pegue o Menor Carrinho

Não é uma ilusão de ótica: Os carrinhos de compras nos supermercados ficaram maiores e mais volumosos.

Pesquisas mostram que carros maiores podem equivaler a lucros maiores para os donos de lojas.

As pessoas normalmente gastam mais se empurram um carrinho maior, com a ilusão do “encha-me”.

Com isso, se você deseja controlar seu orçamento de alimentos e afastar a “barriga de Buda”, pegue um dos carrinhos menores, se estiverem disponíveis.

Dessa forma, você diminui as chances de voltar para casa com um saco de batatas fritas do tamanho de um travesseiro.

Vá alimentado

Trate uma ida ao supermercado como se fosse um grande passeio. (Adicione um pouco de gasolina ao seu tanque com antecedência). Alimente-se!

Em um estudo da Universidade de Cornell, os pesquisadores descobriram que as pessoas que comiam uma maçã antes de fazer compras, compravam 28% mais frutas e vegetais do que aquelas que comiam um biscoito por exemplo. E mais, 25% a mais do que aqueles que não comeram nada.

Os autores do estudo supõem que comer um lanche saudável, como frutas ou iogurte antes das compras, pode colocar você em uma mentalidade mais saudável e, por sua vez, orientá-lo a fazer melhores escolhas alimentares.

Compras sem uma “barriga roncando” também reduzem as chances de compras por impulso, especialmente quando se depara com os cheiros atraentes que flutuam do departamento de padaria, rotisseria…


Não se apaixone embalagens “saudáveis”

Atualmente, os comerciantes de alimentos, experientes que são, sabem que somos enganados por marcas inteligentes.

Pesquisas mostram que os compradores vêem salgadinhos, rotulados como “orgânicos”, como tendo atributos mais saudáveis, como menos calorias e mais em fibras do que itens idênticos sem o rótulo orgânico.

Da mesma forma, ítens como iogurte e barras de chocolate embalados em verde, associamos a alimentos ricos em energia como: couve e espinafre, em conclusão, também provocam maior percepção de saúde entre os consumidores. Sensação diferente por exemplo das paletas de cores com tons de branco ou vermelho.

Em uma investigação da Universidade Estadual da Pensilvânia, os indivíduos consumiram mais uma unidade dos itens disponíveis quando seu rótulo continha a palavra “fitness”.

Um estudo da revista Food Quality and Preference descobriu que uma ação em uma embalagem, como um suco sendo derramado em um copo, nos faz pensar que o produto é mais fresco/ orgânico em comparação com uma foto de natureza morta.

Em vez de ser influenciado por imagens na frente da embalagem e declarações como “totalmente natural” ou “sem glúten”. Leia o que mais importa: a tabela nutricional e a lista de ingredientes para assim determinar se um item pertence ao segmento light, orgânico e/ou natural.

Não vá ao supermercado sem a sua lista de compras

Uma investigação realizada por cientistas na Austrália descobriu que as pessoas que costumam usar uma lista escrita de alimentos para ditar suas compras no supermercado, têm menos probabilidade de estar acima do peso. Por quê?

Não tomar tempo para planejar as compras significa que você estará propenso a fazer compras por impulso.

Tente organizar sua lista por corredor, dessa forma você não perde tempo voltando atrás e repassando pelos corredores. “Lá vivem alimentares tentadores (risos)”. Quanto mais você anda, mais você compra!

Pense em Salada Primeiro

Os compradores mais sábios encontram na seção de hortifruti a melhor maneira de iniciar as suas compras.

Você quer entrar na seção de produtos imediatamente após pegar o carrinho? Quando entra na loja, você está todo cheio de energia e é menos provável que se sinta apressado em sair?

Essa tarefa simples de iniciar pelos mais saudáveis incentivará você a comprar uma grande quantidade de frutas e vegetais. Estes no entanto, são os mais necessários, tendo em vista que contém muitos dos nutrientes que o corpo ativo mais necessita dentre todas as outras distrações.

Diga “Não, obrigado”

Essas amostras grátis de uma só mordida podem parecer inócuas, mas podem ter o poder de explodir sua dieta.

Pesquisadores da Universidade Estadual do Arizona descobriram que mordiscar amostras quando faz compras no mercado aumenta a probabilidade de você comprar o item em tamanho real, além de outros alimentos nutricionalmente suspeitos, mesmo que sejam coisas que você normalmente não consideraria um risco para a sua alimentação. Aceite portanto, uma amostra natural, que sejam fatias de maçã (que tal?).

Por fim, esperamos que as nossas dicas possam contribuir para “comprar o necessário no supermercado”. Se possível, compartilhe com a gente a sua experiência e caso tenha alguma outra dica, envie para a gente!

Boas compras!!

Imagem: @Senivpetro


2 thoughts on “Oito Dicas para uma compra saudável no Supermercado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.