Multicanal: Estudo de Caso. Estratégias e Negócios para Potencializar as vendas nas Lojas Físicas

Multicanal: Estudo de Caso. Estratégia de negócios torna-se uma das principais aliadas das lojas físicas para potenciar vendas.

Pouco mais de um ano se passou desde que os primeiros casos do coronavírus foram descobertos no Brasil.


De lá para cá, varias regiões do país passaram por confinamentos, lockdown e, hoje, isso voltou a vigorar nas principais cidades brasileiras.

Multicanal: Estudo de Caso

A questão é: como enfrentar a situação, principalmente para o comerciante que só tinha ponto físico?

Uma das possíveis respostas é, sem dúvidas, o chamado multicanal. Ou seja, investir também em canais digitais, que são os grandes aliados em tempos de confinamento.

Afinal, qualquer pessoa com internet (e de qualquer lugar) pode fazer compras sem sair de casa.

Agregar em vendas

Três em cada quatro brasileiros usam a internet, ou seja, 134 milhões de pessoas.

O dado, da pesquisa TIC Domicílios, ainda reforça outra realidade: o acesso das redes sociais.

De acordo com o relatório de outubro de 2020, produzido em parceria por We Are Social e Hootsuite, os brasileiros passam, em média, umas 3 horas e 31 minutos por dia conectados às redes sociais. E o que antes era apenas para conversar com amigos e familiares, hoje se estendeu para um contato maior com suas marcas favoritas.

O contato do cliente com as lojas físicas pode ter diminuído devido as regras de distanciamento. Mas, os lojistas vêm conseguindo se adaptar e, pouco a pouco, realizam a integração com os canais digitais. As redes sociais, por exemplo, são uma fatia importante desse contato.

O WhatsApp também precisa ser lembrado. Ele está em 99% dos celulares no país, segundo pesquisa do Panorama Mobile Time/Opinion Box. Além disso, é responsável por várias vendas diretas entre marcas e consumidores.

Por isso, quanto mais opções de multicanais os lojistas tiverem, melhor para agregarem em vendas o que inclui ainda lives para conversar com o público.

De olho em programas de fidelidade

Outra ferramenta que os lojistas podem aproveitar bastante é o programa de fidelidade. A ideia é cativar e ir conquistando aos poucos o cliente, a cada compra, com um sistema que traga vantagens para ele.

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Jaraguá do Sul, por exemplo, foi no embalo da fidelização (que está bastante presente e consolidada em várias marcas no Brasil) e lançou o CDL Box, primeiro aplicativo no Brasil com foco em fidelidade e ligado ao varejo e ao associativismo.

Ele funciona no sistema de cashback, ou seja, a cada compra nos estabelecimentos participantes, o cliente ganha saldo de volta que podem ser usados em novas aquisições dessa forma.

Além de beneficiar clientes e lojistas, a ferramenta ainda serve para ajudar instituições locais cadastradas através do troco solidário. Isso porque, há também a possibilidade de fazer doações e, dessa forma, garantir a própria contribuição para o andamento dos trabalhos
sociais realizados no município.

Outra funcionalidade que ajuda bastante no estímulo ao mundo virtual é o troco em carteira digital.


Assim, evita-se o acúmulo de cédulas e, ao mesmo tempo, a questão da higiene respeitando as restrições da Covid-19 também reforçada. Para isso, o usuário precisa aceitar a opção de cashback para a modalidade.

“A ideia é bater no prazo de um ano mais de cinco mil consumidores e mais de 100 lojas cadastradas na ferramenta” comenta Talita Beber, presidente da entidade.

Multicanal: Estudo de Caso

Câmara de Dirigentes Lojistas de Jaraguá do Sul inova com lançamento do CDL BOX.

Como gerar benefícios para os consumidores, fortalecer a compra local e estimular a inovação no comércio?

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Jaraguá do Sul encontrou uma maneira e, no dia 25 de fevereiro, lançou o CDL Box.
Em construção desde março do ano passado, a ferramenta, segundo o diretor de Inovação da instituição, Paulo Roberto Schwarz, está alinhada com a realidade atual e, por isso, funciona no sistema de cashback.

Dessa forma, os consumidores cadastrados que realizam compras em estabelecimentos participantes recebem saldos de volta para serem utilizados em novas aquisições, doações ou troco.

Conforme a presidente da entidade, Talita Beber, o CDL Box deve ser o primeiro programa de fidelidade lançado nestes moldes no Brasil, com foco no varejo e ligado ao associativismo. “Um dos pilares da nossa gestão é a inovação e, por
isso, a equipe mergulhou em alternativas para contribuir com o desenvolvimento do setor”, destaca.

Além de beneficiar clientes e lojistas, a ferramenta ainda servirá para ajudar instituições jaraguaenses cadastradas.

Isso porque, há também a possibilidade de fazer doações e, dessa forma, garantir a própria contribuição para o andamento dos trabalhos sociais realizados no município.

Outra facilidade oferecida pelo CDL Box é o recebimento de troco em carteira digital evitando acúmulo de cédulas e, principalmente, de moedas.

Para isso, os usuários precisam apenas aceitar a opção de cashback para a modalidade.

O app pode ser usado por qualquer loja ou empresa, associados a CDL, e possui diversas vantagens.

As informações detalhadas estão disponíveis no site cdlbox.com.br.

Sobre a CDL Jaraguá do Sul

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Jaraguá do Sul é uma entidade de classe, sem fins lucrativos, afiliada à Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL) e à Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL).

Hoje, a entidade conta com cerca de 1,4 mil associados.

Para saber mais, basta acessar www.cdljaraguadosul.com.br .

 

Por Thiago Baez, Diretor de Redação.

Agência Deadline.

 

Imagem ilustrativa 01: @tascha1

Imagem 02: por Thiago Baez.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *