Quais as regras do Marketing. Aprenda agora! Sobre Varejo

Dentre a definição e sua compreensão, o Marketing atravessa diversas variantes, hoje vamos falar um pouco mais sobre “as regras do marketing”, além de um escopo geral. Um resumão sobre tudo o que já falamos até aqui. Vamos lá?

As regras do Marketing: O que é Marketing?

Marketing é um conjunto de atividades relacionadas à criação, comunicação, entrega e troca de ofertas que têm valor para os outros. Nos negócios, a função do marketing é agregar valor aos clientes, os quais a empresa busca identificar, satisfazer e reter. Este artigo enfatizará o papel do marketing nos negócios, mas muitos dos conceitos se aplicarão a organizações sem fins lucrativos, campanhas de defesa e outras atividades destinadas a influenciar percepções e comportamento.

As regras do Marketing

As regras do Marketing: A arte da Troca

Em marketing, o ato de obter um objeto desejado de alguém oferecendo algo de valor em troca é denominado processo de troca. A troca envolve:

  • o cliente (ou comprador): uma pessoa ou organização com um desejo ou necessidade que está disposta a dar dinheiro ou algum outro recurso pessoal para atender a essa necessidade.
  • o produto: um bem físico, um serviço, experiência ou ideia projetada para atender ao desejo ou necessidade do cliente.
  • o fornecedor (ou vendedor): a empresa ou organização que oferece algo que satisfaça uma necessidade, que pode ser um produto, serviço, experiência ou ideia.
  • a transação: os termos em torno dos quais ambas as partes concordam em negociar valor por valor (na maioria das vezes, dinheiro por produto).

Os indivíduos de ambos os lados tentam maximizar as recompensas e minimizar os custos em suas transações, a fim de obter os resultados mais lucrativos. Idealmente, todos alcançam um nível satisfatório de recompensa.

O marketing cria os bens e serviços que a empresa oferece a um determinado preço a seus clientes. Todo o pacote consiste em um bem tangível, um serviço intangível, e o preço é a oferta da empresa. Ao comparar um carro com outro, por exemplo, você pode avaliar cada uma dessas dimensões – o tangível, o intangível e o preço – separadamente. No entanto, você não pode comprar o carro de um fabricante, o serviço de outro fabricante e o preço de um terceiro quando você realmente faz uma escolha. Juntos, os três formam a oferta de uma única empresa.

O marketing também é responsável por todo o ambiente em que essa troca de valor ocorre. Ele identifica os clientes, suas necessidades e o valor que eles atribuem ao atendimento dessas necessidades. O marketing informa o design do produto para garantir que ele atenda às necessidades do cliente e forneça um valor proporcional ao seu custo.

Outra função do Marketing é comunicar aos clientes sobre os produtos, explicando quem os está oferecendo e por que são desejáveis. Além de ser responsável por ouvir os clientes e comunicar ao fornecedor o quão bem eles estão atendendo às necessidades dos clientes e às oportunidades de melhoria. O marketing molda a localização e os termos da transação, bem como a experiência que os clientes têm após a entrega do produto.


As regras do Marketing: O marketing cria valor para os clientes

De acordo com o influente economista e professor da Harvard Business School Theodore Levitt, o objetivo de todos os negócios é “encontrar e manter clientes”. O marketing é fundamental para ajudar as empresas a atingir esse objetivo. É uma maneira de pensar sobre negócios, e não apenas uma coleção de técnicas. É muito mais do que apenas anunciar e vender coisas e arrecadar dinheiro. O marketing gera valor ao criar conexões entre pessoas e produtos, clientes e empresas.

Como isso acontece? Resumindo sua essência, o papel do marketing é identificar, satisfazer e reter clientes.

Antes de criar qualquer coisa de valor, primeiro você deve identificar um desejo ou necessidade que possa atender, bem como os clientes em potencial que possuem esse desejo ou necessidade.

Em seguida, você trabalha para satisfazer esses clientes, entregando um produto ou serviço que atenda a essas necessidades no momento em que os clientes desejam. A chave para a satisfação do cliente é garantir que todos se sintam beneficiados com a troca. O seu cliente está satisfeito com o valor que obtém pelo que paga. Você está feliz com o pagamento que recebe em troca do que fornece.

O marketing eficaz não para por aí. Ele também precisa reter clientes, criando novas oportunidades para conquistar a fidelidade do cliente e negócios.

As regras do Marketing

Como você aprenderá nos próximos artigos, o marketing abrange uma variedade de atividades voltadas para a realização desses objetivos.

A maneira como as empresas abordam e conduzem as atividades de marketing do dia-a-dia varia muito. Para muitas empresas grandes e altamente visíveis, como Disney-ABC, Proctor & Gamble, Sony e Toyota, o marketing representa uma despesa importante.

Essas empresas contam com um marketing eficaz para o sucesso dos negócios, e essa dependência se reflete em suas estratégias organizacionais, orçamento e operações. Por outro lado, para outras organizações, particularmente aquelas em setores altamente regulamentados ou menos competitivos, como serviços públicos, serviços sociais, assistência médica ou empresas que fornecem produtos únicos, o marketing pode ser muito menos visível. Pode até ser tão simples quanto um site ou um folheto informativo.

Não existe um modelo que garanta o sucesso do marketing. O marketing eficaz pode ser muito caro ou pode custar quase nada. O que ele deve fazer em todos os casos é ajudar a organização a identificar, satisfazer e reter clientes. Independentemente do tamanho ou complexidade.

Um programa, ou planejamento de marketing vale os custos apenas se facilitar a capacidade da organização de atingir seus objetivos.

Esperamos que tenha gostado do conteúdo. Comente e compartilhe.

Deixe também suas dúvidas ou sugestões.

Por fim, um abraço de toda a equipe!

Imagem: @ijeab


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.