Auxílio Emergencial 2021. Calendário. Antecipação. Contestação e Prorrogação. Sobre Varejo

Calendários do Auxílio Emergencial 2021 para o Bolsa Família, Público em Geral, fim da segunda parcela, antecipação da terceira parcela.

Como ficam as datas para todos os grupos, além de detalhes dos resultados para as contestações e possibilidades de prorrogação.

Ficou curioso sobre algum desses temas? Portanto, confira agora tudo certinho e detalhado no artigo que preparamos especialmente para você.

Auxílio Emergencial 2021

Paulo Guedes se pronunciou, Rodrigo Pachego (senado) também. Então aqui você vai entender tudo sobre:

  • Segunda parcela do Auxílio Emergencial 2021.
  • Terceira parcela do Auxílio Emergencial 2021.
  • Contestações e/ou quem está contestando.
  • Resultados, datas e prorrogações.

Por fim, tudo o que você precisa saber resumido em um único artigo. Confira:

Auxílio Emergencial 2021

Primeiramente seja muito bem vindo, hoje resumimos e apresentamos uma apresentação completa com todas as informações necessárias para você.

Informações importantes no artigo:

  • Calendários Gerais. (para o público que é do Cadastro único e fez sua inscrição/cadastro do auxílio através do aplicativo da Caixa).
  • Calendários do Bolsa Família.
  • Resultados das Contestações
  • Antecipação.
  • Prorrogação.

Calendários Gerais 2021: Auxílio Emergencial 2021

Auxílio Emergencial 2021

Na tabela acima, podemos notar que o calendário apresenta um destaque em duas cores: Verde e Vermelho, e isso acontece porque?

O calendário em verde, se refere ao ciclo 02 do auxílio para o público em geral, cadastro único e cadastrados no aplicativo da Caixa.

Esse calendário termina no dia 30 de Maio de 2021, você pode notar que todas as previsões de pagamento estão todas planejadas para o mês de Maio. Vale ressaltar novamente para o ciclo 02, ou seja, a segunda parcela. Assim como aqueles que ainda aguardam o pagamento da primeira e segunda parcela, que por alguma razão ficaram para trás.

Já o calendário em vermelho é o calendário atual da terceira parcela que será antecipada. Note que ele se inicia no mês de Junho (para ser mais exato no dia 20), e vai até ao dia 21 de Julho. O que está sendo decidido e muito provavelmente pode acontecer?

Eles vão anunciar provavelmente ainda essa semana, uma antecipação para que as datas de pagamento sejam todas inseridas ainda no mês de Junho.

Possivelmente haverá uma regressão dos dias, de modo que todas as datas sejam adiantadas e realocadas ainda no mês de Junho.

Para a quarta parcela, ou seja, o quarto ciclo, prevista com o início no dia 23 de Julho e fechamento no dia 22 de Agosto, finalizada o re-planejamento de Junho (terceiro ciclo), muito provavelmente também trabalharão do adiantamento dessa quarta parcela.

Resumindo: As datas do ciclo 2 (segunda parcela) seguem aqui até o fim de Maio. E aguardamos agora a antecipação do ciclo 3 (terceira parcela).

Calendários Bolsa Família 2021

Para as pessoas que utilizam o Bolsa Família, as datas de Maio entre os dias 18 e 31, e para o mês de Junho entre os dias 17 e 30, conforme o final do NIS. O calendário clássico do Bolsa Família sem nenhuma mudança nesse calendário que corresponde ao público do Bolsa Família.

Então neste caso, segue o mesmo calendário de sempre, nada será alterado assim como nenhuma antecipação, alteração ou mudanças quanto a esses pagamentos.

Confira abaixo:


calendário-bolsa-familia-2021

 

Resultado das Contestações

Ainda neste mês (Maio 2021) deveremos ter os resultados das contestações, mas referentes aos resultados da primeira parcela. Porque isso?

Por que vocês estão aguardando aquele resultado referente a primeira parcela. Quem contestou, por exemplo, agora no mês de Maio, está contestando sobre a segunda parcela. Neste caso, esse prazo vai ser ainda um pouco maior, provavelmente o resultado saia somente no mês de Junho.

Agora para quem não recebeu nada e ainda está aguardando o resultado da contestação da primeira parcela, o resultado está para sair… E aí sim, recebendo a primeira parcela haverá uma nova análise para a segunda parcela.

Então, não adianta você esperar esse resultado da contestação e já achar que vai receber as quatro parcelas.

Não, é o resultado da contestação é referente a primeira parcela, ou seja, para quem não recebeu nada ainda.

Depois que sair esse resultado, você será pago (conforme uma logística que ainda será divulgada) e posteriormente você passará por uma nova análise para receber a segunda parcela, terceira e por aí em diante… fechando assim, uma análise para cada ciclo.

Já as contestações para a segunda parcela são majoritariamente de quem? De quem recebeu a primeira parcela no mês de Abril normalmente e agora quando foi receber a segunda parcela (Maio) notou o bloqueio e contestou.

Abriu-se também uma possibilidade de contestação para o público do Bolsa Família, contestação mês a mês.

Prorrogação em Andamento

Para finalizar o artigo, vamos falar um pouco sobre a prorrogação (em andamento) do projeto de auxílio emergencial.

Paulo Guedes repete exatamente o que foi dito em Dezembro do ano passado (2020) quando perguntado sobre o auxílio 2021. Inicialmente foi negado qualquer possibilidade de ajuda ou aprovação ao projeto de auxílio emergencial, posteriormente foi levantada uma nova análise levando em consideração a “situação da pandemia”.

Ou seja, dependendo da situação, de como as coisas avançarem o auxílio pode sim ser prorrogado, porque?

O Senado está pedindo, a Câmara dos Deputados apoia (o próprio Rodrigo Pacheco, presidente do senado, citou a possibilidade de mais alguns meses com o auxílio), o governo já sonda até a possibilidade de mais quatro meses… Entretanto, apesar dos rumores, não tem nada de 600 reais.

Seriam os mesmos valores atualmente aplicados…

Outra questão latente é o “plantio eleitoral”, o que é isso?

Em 2022 é um ano de eleição, em ano de eleição não dá para fazer nada desses auxílios. Fica muito difícil porque? Por que é institucional… ou seja, tudo pode levar a crer que seja pensado a nível de fins eleitorais.

Por fim, é importante pensar que esse é o último ano para que o governo possa agir e preparar algumas ações e propostas, que possam gerar um efeito eleitoral. Ou seja, votos em 2022.

Essa prorrogação do auxílio emergencial serve também para o governo ganhar tempo e conseguir aumentar o valor do Bolsa Família, e apresentar uma nova cara, ou um novo modelo. Talvez até mudar o nome do projeto.

Com isso, é importante levar em consideração que agora o governo está mais disposto a prorrogar o auxílio e mais disposto a liberar verba para projetos sociais e garantir uma reeleição. Porque?

Sempre que prorroga o auxílio ou aumenta o Bolsa Família, isso aumenta o nível de aprovação do governo. Não deveria ser assim, afinal esse dinheiro é um direito nosso, provido de taxas e impostos.

Todos nós contribuímos para que as pessoas tenham suporte quando estejam vulneráveis, mas na prática influencia diretamente na questão eleitoral.

Em conclusão: Sim, o governo pensa em prorrogar o auxílio emergencial ou já apresentar esse novo projeto do Bolsa Família no início do segundo semestre.

 

Gostaram do conteúdo?

Comente, compartilhe… deixe o seu comentário.

Um abraço de toda a nossa equipe.

 

Imagem ilustrativa: @tirachardz

 


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *