A eficiência do Tabloide de Ofertas

Uma das mais antigas mídias para os supermercados ainda é muito efetiva. A eficiência do tabloide é uma realidade. E continua trazendo ótimos resultados.

O tabloide de ofertas é muito importante para o segmento varejista, principalmente para mercados, supermercados e hipermercados. Comparado com outras mídias, possui um valor de investimento baixo e pode ser utilizado com diversos objetivos: ofertas, promoção, informação, institucional, dicas, benefícios, interação, entre outros.


Como vimos nos artigos anteriores, inicialmente quando o contato entre empresa (empresário) x cliente era praticamente olho no olho, a publicidade e propaganda era mais clara, humanizada e direta.

Entretanto, com o desenvolvimento das lojas e empresas, esse contato se tornou cada dia mais difícil.

Há quem utiliza a publicidade e a propaganda para encurtar novamente esse abismo criado. Tentado dessa forma, utilizar motes e campanhas humanizadas para aproximar novamente o cliente, resgatando toda aquela relação direta, como “bons vizinhos”.

A eficiência do tabloide de ofertas

Para isso é importante que o tabloide de ofertas ou qualquer outra mídia de propaganda não se enraize apenas com questões promocionais. É necessário criar uma real interação com o cliente, trazê-lo mais próximo à empresa. Transpassar de forma impressa, valores subjetivos, culturais e educativos (dicas, receitas, campanhas de utilidade pública).

Criar uma relação, é interessante para melhorar e consolidar todo o processo de fidelização. Descaracterizando apenas a briga por preço, mas transformando todo o processo uma experiência de compra.

A eficiência do Tabloide de Ofertas

A pesquisa do instituto Data Popular, conduzida pela especialista em estudos para o setor de varejo Sonia Bittar, revelou que ainda há espaço para o crescimento e aprimoramento do tabloide, como veículo de comunicação do varejo para falar com a base da pirâmide e levá-la ao ponto-de-venda com mais fidelidade.


A cobertura do Tabloide

De acordo com a pesquisa, as redes de supermercado que enviam tabloides para as residências possuem maior cobertura nas classes superiores, com 73,8% em AB, 72,3% em C e 58,3 em DE. No entanto, mesmo com a distribuição dos tabloides atingindo maior parte do público da classe AB, o veículo encontra melhor aceitação nos domicílios das classes D e E. 

Entre a baixa renda, 35% das classes D e E gostam de recebê-los em casa. Já entre o topo da pirâmide apenas 26,2% aceitam bem o material.

Neste estudo é possível perceber que as empresas investem no topo da pirâmide, onde os desejos e anseios são antagônicos às classes inferiores. Porém, o atrativo das classes AB não são os preços, mas a exclusividade, a qualidade, os sabores peculiares e a comunicação institucional atrelada.

A escolha do papel, os itens encartados, os preços e as nacionalidades dos produtos são algumas variáveis muito utilizadas para encartes destinados às classes superiores. Só assim é possível perceber a potencialidade da mídia, medir os resultados e adaptá-la conforme as especificações apontadas nas pesquisas de mercado.

Já para o consumidor de baixa renda o uso do tabloide se faz principalmente como um instrumento de “caça aos produtos baratos”. A mídia acaba não sendo muito utilizada como ferramenta para criar vínculo com a empresa ou com as marcas.

Tome Nota

Vale ressaltar que, antes de se basear em institutos de pesquisas, o mercado local e regional é quem dita as regras. Dessa forma, pesquisas quantitativas e qualitativas são indicadas para que as mudanças sejam captadas e adaptadas à comunicação.

Em conclusão, que o tabloide e sua estrutura informativa e promocional se enquadre o quanto antes às novas tendências.

A segmentação dos tabloides de grandes redes é fundamental para que a eficiência do mesmo se faça entre as classes. Só assim, cada nível social se identifica com a mídia: linguagem, produtos, layout ideal. Respeitando as tendências, os padrões e os rótulos predefinidos para a público alvo em questão.

Fechando o artigo: Quanto mais coerente com o seu público o seu material for, mais eficiente ele será. Estude, faça pesquisas, levante os dados e desenvolva uma “persona que recebe o seu material”. Comunique-se com eles através das mídias sociais como se já se conhecem há muito tempo. Essa experiência é fantástica.

Imagem: @branin


One thought on “A eficiência do Tabloide de Ofertas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *