Utilizando a internet no varejo

Atualmente, é essencial a presença da tecnologia no segmento. A internet no varejo abriu um “leque de opções”. Um canal gratuito de divulgação, informação, interação e compras.

Quais as melhores práticas para se utilizar a internet no varejo?

Disponibilizar os tabloides e ofertas para o seu “público online” hoje é quase uma regra, e gratuita. Além é claro, de informações e assuntos relevantes ao seu cliente!


Não podemos negar como a tecnologia transformou a forma como consumimos. Afinal, hoje em dia, cada brasileira conta em média com dois dispositivos conectados (tablets, notebooks, smartphones e computadores). Ainda segundo estimativa da FGV, até o fim do ano esse número de aparelhos pode chegar a 420 milhões.

Praticidade, ofertas exclusivas, informação, público personalizado, sensação de oportunidade única, compras online e interação real e direta com o cliente. Pode fechar a conta?

Barreiras entre online e offline já não existem mais no segmento. Um estudo das APAS (Associação Paulista de Supermercados) mostra que hoje 15% dos brasileiros já fazem compras de supermercados online.

Utilizando a internet no varejo

Dessa forma, com a tecnologia, o processo de compra vira uma experiência, e abre preceito para diversos caminhos.

Primeiramente, o cliente pode pesquisar pela internet (preços online), posteriormente (se achar necessário) ele pode conferir na área de vendas se o produto corresponde às suas expectativas e enfim, concluir a compra no e-commerce.

Afinal, não existe regra. E se para o cliente não existem barreiras, o mesmo se vale para o varejista.

 

Mapeamento do consumidor

Quantos dos seus clientes acessam o seu e-commerce ou visitam o seu estabelecimento a cada dia? Será que você está entregando o máximo de informações que cada canal necessita?

Dessa forma, o comportamento de consumo, hábitos de navegação na internet, perfil, localização, todos esses pontos contribuem para você mapear e desenvolver uma base do seu target, é possível extrair insights valiosos. A partir daí, transformar toda essa experiência em algo mais direto e personalizado.

Do mesmo modo, no segmento específico de supermercados, há um grande potencial: segundo pesquisa da APAS 37% dos entrevistados já estão vinculados a algum programa de fidelidade.

 

Smartphones

Nos dias atuais, deixar de otimizar o seu e-commerce ou não pensar em aplicativos de ofertas e perfis personalizados, pode ser fatal para o varejista. De acordo com um levantamento da FGV, o Brasil já existem cerca de 230 milhões de smartphones ativos.

Hoje com as carteiras digitais ou os tokens (aquela tecnologia que salva os dados do cartão para compras por um clique) os consumidores não precisam mais tirar a carteira para concluir uma transação. Isso confirma a importância do smartphone na jornada de compras online.

Os mobiles inteligentes hoje em dia são um gatilho para repensar a jornada de compras, experiência de pagamento, com:  praticidade, agilidade e segurança.

Por fim, lembre-se que o cliente mais valioso é aquele que está presente em todos os canais. Trafega e unifica as suas experiência por todos os lados, online e offline, eliminando qualquer barreira de consumo.

 

Fonte: @rawpixel

 


4 thoughts on “Utilizando a internet no varejo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *