Prevenção de perdas no Supermercado – Sobre Varejo

A prevenção de perdas no supermercado sempre foi um assunto bastante discutido no varejo, além de pautas em diversos eventos e fóruns do segmento.

Atualmente, em tempos em que os supermercados estão em bastante evidência, os varejistas precisam diminuir ainda mais os seus ritmos de perdas.


Segundo a últimas pesquisa da ABRAS (Associação Brasileira de Supermercados), isso refere-se a cerca de 6.7 bilhões de reais correspondendo a 1,89% do faturamento do setor.

São consideradas perdas no varejo, toda e qualquer interferência negativa no resultado da empresa. Gerando por exemplo, a redução de lucro.

Prevenção de perdas no supermercado

Dessa forma, a prevenção de perdas se resume a uma série de estratégias para evitar desperdícios.

Estes, geralmente fruto do mal gerenciamento: desde o fluxo de lojas, produtos com a data próxima do vencimento e até mesmo o mal armazenamento e ruptura.

Por estes e outros motivos, prevenir as perdas no seu supermercado é muito importante.

Levando em conta que toda a redução de perda pode tornar-se um aumento do lucro, imagina-se os investimentos que poderiam ser feitos quando a margem de perdas diminui:

  • Abertura de novas lojas.
  • Investimento em marketing.
  • Inovações tecnológicas.
  • Experiência e aprimoramento para o seu cliente.
  • Proteção para os seus colaboradores (EPI).

A primeira dica para prevenir as perdas é

Realize o controle do seu estoque.

Existem diversos materiais disponíveis e gratuitos na internet, mas basicamente controlar o seu estoque significa ter mais controle sobre a sua loja.

Fazer entender quais os produtos tem maior e menor giro e fluxo de saída. Diminuir o índice de ruptura.

Isso te ajuda a definir a melhor data para comprar com os seus fornecedores e consequentemente evita prejuízos para o setor de perdas.

A melhor forma de gerir e entender bem o desempenho do seu estoque é através de indicadores. Como por exemplo:

  • Giro e cobertura de estoque.
  • Acuracidade de inventário.
  • Percentual do estoque indisponível para as vendas.
  • Stock out
  • GmRoi
  • Prazo médio de estocagem.

Esteja atento ao Shelf-Life das mercadorias

Shelf Life ou vida útil, é o tempo que um alimento preparado permanece fresco e saudável.

Ou seja, é o período que alimentos, bebidas e outros produtos perecíveis possuem antes de serem considerados inadequados para o consumo.

Começando desde a data da fabricação e sendo acompanhado por diversos fatores, tanto interno, quanto externo, como por exemplo:


  • Os ingredientes, os nutrientes, os conservantes utilizados no processo de produção.
  • Condições de higiene, armazenamento e embalagem utilizada.
  • Unidade do local, temperatura de processamento e distribuição.

Estar atento ao índice de Shelf Life dos seus produtos é essencial para diminuir as suas perdas.

Afinal, isso faz com que você não tenha que por exemplo: fazer uma queima ou realizar uma promoção de última hora. Também evita que você efetivamente perca produtos do seu estoque por conta da validade.

Produtos Próximos ao vencimento.

Procure ter uma espaço dentro da sua loja, destinada aos ítens com a data de validade próxima ao vencimento.

Sabemos que os espaços internos de uma loja são concorridos, valiosos e super valorizados, assim como cada mudança no layout da loja pode influenciar a métrica de vendas por metro quadrado.

O que também sabemos é que as vezes um acordo comercial é feito de uma forma equivocada ou a promoção de um produto acaba influenciando negativamente em toda a venda de uma linha ou categoria. Dessa forma os produtos ficam parados, se aproximam da data de validade e podemos ter uma perda expressiva no faturamento.

Uma saída que alguns varejistas estão utilizando para não perder a venda é colocar esses produtos em uma ponta de gôndola (reduced), ou simplesmente próximos ao caixa para chamar a atenção do cliente.

Do mesmo modo, é importante ter uma comunicação exclusiva, avisar que o produto está próximo da data de vencimento além de uma etiqueta e código próprio.

Espaço “Reduced”

Os espaços “reduced” (reduzidos em Português) são regiões específicas nos supermercados destinado aos produtos com preços reduzidos.

Os motivos por trás desses baixos preços são os mais variados. Entretanto, grande parte se deve aos produtos com data de validade próxima à expirar.

Em outros casos, representam rasuras ou escoriações na embalagem.

Gigantes do segmento supermercadista localizados na Europa como Tesco e Lidl, fazem o uso dessa “ponta de gôndola especial”. Aqui no Brasil a pratica começa a ser adotada. Em muitos casos torna-se um atrativo na área de vendas.

Muitos produtos permanecem com o preço regular apenas pelo período da manhã, durante a tarde os preços vão diminuindo podendo atingir até 80% do valor original no fim do expediente.

Vale ressaltar: a maior abrangência dessa prática são para os ítens com vencimento no dia. Ou seja, os produtos adquiridos devem ser consumidos logo em seguida para que ainda seguros conforme as normas de higiene e segurança.

Isso estimula o giro, contribui com o setor de perdas e para quem efetua a compra, torna-se um “achado” em meio aos produtos.

“Já consegui comprar proteínas como o frango e alguns iogurtes, por centavos”. Diz Bruno Ferreira, estudante de Inglês que vive em Dublin. Irlanda.

Prevenção de perdas no supermercado

Saiba que são os pequenos detalhes que fazem a diferença para a sua prevenção de perdas.

Como mencionado, toda a mercadoria que não é perdida pode ser vendida. Pode gerar lucro para a sua empresa, por isso é tão importante todos os processos acima mencionados.

Imagem: @creativeart


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *