O que é custo benefício? Aprenda agora – Sobre Varejo

Antes de mais nada, hoje vamos falar sobre um tema muito importante para a tomada de decisão. O que é custo-benefício? Você sabe o que isso significa?

Através de uma análise criteriosa, onde benefícios são maiores do que o custo do produto ou serviço, chegamos ao denominador comum.

o que é custo-benefício

Custo-benefício

Ou seja, através do custo-benefício é estabelecido as melhores opções de escolhas e ações em que o agentes econômicos se movimentam. Esse conceito é primordial para que as pessoas ou empresas determinem o que é prioridade e o que de fato “vale a pena”.

Essa análise realiza-se através de escolhas individuais (quando pessoal) e em grupo, uma fração de pessoas e equipes (quando falamos comercialmente).

Em cada uma delas, as características contextuais, sociais, regionais, de relevância e proximidade são sempre levantadas e colocadas em pauta e questão.

Outra forma de se analisar o custo benefício é atrelada ao que chamamos de trade-off, que nada mais é do que escolher um item, enquanto se desfaz de outro (esse outro pode ser o dinheiro).

Ou seja, ao escolher comprar um produto (celular, por exemplo) você o adquire. No entanto, no ato de compra, você se desfaz do segundo agente, no caso o dinheiro. Obtêm-se um bem e desfaz-se de outro. (celular e dinheiro do celular).

Custo-benefício na prática

Quanto maiores os benefícios perante os custos, melhores as escolhas.

Nas empresas, os lucros são maiores quando conseguem reduzir seu gastos e maximizar a operação, seja através de vendas ou serviços. Isso é o que se chama de excedente econômico, e representa o maior e melhor custo benefício possível, especialmente no segmento empresarial.

Na realidade, muitas pessoas pensam dessa forma. Procuram de toda a forma comprar, fazer ou trocar aquilo que possui o melhor valor, ou seja: Os maiores benefícios com menores custos. O famoso “economizar” (ou “compensar/valer a pena”, em dito popular).

Entretanto, muita gente atrela esse valor apenas como financeiro (ou dinheiro), e é aí que muitos se enganam. Afinal, o custo benefício pode e deve ser analisado em todos os parâmetros, e entre esses indicadores o tempo também é um agente.


Afinal, ao se realizar uma atividade, uma pessoa ou empresa deixa de realizar outras, nas quais poderiam estar “rendendo” ou “monetizando” também. Esse tempo gasto/investido é o que se chama de custos de oportunidade.

Outra forma de se entender esta mesma situação é quando em uma empresa ou governo decide por uma construção ao invés de outra. Por exemplo, é definida a construção de um complexo esportivo ao invés de escolhas, creches e um hospital. As estruturas não escolhidas, são os custos de oportunidade da escolha.

Projetos e Relação de Custo-benefício

Através de um indicador no qual empresas, pessoas ou governo fazem ao avaliarem a proposta de um projeto é obtida a relação de custo-benefício.

Os parâmetros dessa análise como já diz o nome são os: custos e benefícios. (Dinheiro e vantagens).

A definição (aprovação) é realizada aos que apresentam as maiores rentabilidades (qualitativas ou quantitativas).

Uma vez que essa análise não é realizada, de forma criteriosa e de forma sistêmica e qualitativa, o projeto pode ser considerado arriscado, ou simplesmente uma desvantagem por não entender a real relevância do mesmo.

Por isso a importância da análise de custo-benefício.

Dessa forma, é possível entender, e destacar as peculiaridades e diferenças que a aprovação de um projeto (municipal, estadual, federal ou simplesmente pessoal), pode causar e impactar a região de forma positiva, é claro.

Como o custo-benefício funciona na Economia

Em uma sociedade, a análise de uma economia em suas mais variadas cadeias como: produção, consumo, distribuição e escolhas individuais (persuasão-ação) é uma atividade presente na maioria dos indivíduos. Sendo assim, essa ação é algo latente na cultura e característica social.

A associação de escolhas baseada nas mais variadas características sociais e individuais vêm sendo pautas de análises, estudos e discussões por economistas do mundo todo. E vale frisar que frente a pandemia, tecnologia e ao novo consumo. Vive uma constante transformação.

E para você. Em qual área concentra-se o melhor custo-benefício hoje?

 

Por fim, esperamos que tenha gostado do conteúdo. Comente e compartilhe.

Deixe as dúvidas ou sugestões para as próximos artigos.

Um abraço de toda a equipe!

Imagem: @yanalya

 

 

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *