O conceito de Marketing. Aprenda Agora – Sobre Varejo

O que você aprenderá nesse artigo? Demonstrar uma compreensão clara sobre o conceito de marketing.

Você provavelmente é muito hábil em reconhecer os sinais de marketing. Todos nós já tivemos a experiência de estar do lado receptor ou do cliente nos esforços de marketing – seja por meio de táticas de propaganda ou vendas.


Por isso, aqui você entenderá a orientação de marketing, ou conceito de marketing, do ponto de vista de definir prioridades e fazer negócios. Você aprenderá que o conceito de marketing é uma mentalidade baseada em uma coisa: conhecer e satisfazer o cliente.

No entanto, nem todas as empresas seguem uma orientação de marketing – algumas estão focadas em outras prioridades, como produto e produção. Nesta seção, você verá o que diferencia o conceito de marketing.

O conceito de Marketing

Orientação para a Empresa e o Conceito de Marketing

Em cada transação entre um comprador e um vendedor, existe uma dinâmica subjacente que rege a percepção das partes sobre a troca.

Às vezes, a troca é muito unilateral, com uma das partes exercendo a maior parte do poder e a outra apenas em posição de reagir. Em alguns casos, o engano e a mentira permeiam a troca. Outras trocas são mais justas, com cada parte recebendo aproximadamente o mesmo valor que a outra. A necessidade do cliente é satisfeita e a empresa obtém um lucro razoável.

Com o surgimento da Internet e do comércio eletrônico, a natureza da troca mudou drasticamente para muitas empresas e clientes. Hoje, as pessoas têm acesso a muito mais e melhores informações do que antes. Eles também têm muito mais opções. Para se manterem competitivas, as empresas devem igualar ou superar as práticas dos concorrentes que são rápidas, inteligentes e abertas 24 horas por dia.

O objetivo central do marketing é ajudar as organizações a compreender e responder às necessidades e expectativas do cliente, enquanto o mantém informado sobre como a organização pode atender a essas necessidades.

Quando você usa o marketing de maneira correta, sabe que esse processo é mais fácil se você estiver em contato constante com o cliente.

Não significa necessariamente que você deve escrever e ligar regularmente (embora pudesse), mas que você deve tomar medidas para saber muito sobre as características, valores, interesses e comportamentos de seus clientes.

Isso significa que você monitora esses fatores e como eles mudam ao longo do tempo. Embora esse processo não seja uma ciência exata, há evidências de que os profissionais de marketing que fazem isso bem, tendem a ter sucesso.

O Conceito de Marketing

Uma organização adota o conceito de marketing quando toma medidas para saber o máximo possível sobre o consumidor, juntamente com a decisão de basear as decisões de marketing, produto e até mesmo estratégia nessas informações.

Essas organizações começam com as necessidades dos clientes e retrocedem a partir daí para criar valor, em vez de começar com algum outro fator, como capacidade de produção ou uma invenção inovadora.

Eles partem do pressuposto de que o sucesso depende de um desempenho melhor do que os concorrentes em compreender, criar, entregar e comunicar valor aos clientes-alvo.

O Conceito do Produto

Historicamente e atualmente, muitas empresas não seguem o conceito de marketing.

Por muitos anos, empresas como Texas Instruments e Otis Elevator seguiram uma orientação de produto, na qual o foco organizacional principal é a tecnologia e a inovação.

Todas as partes dessas organizações investem pesadamente na construção e exibição de recursos impressionantes e avanços de produtos, que são as áreas nas quais essas empresas preferem competir.

Essa abordagem também é conhecida como conceito de produto. Em vez de se concentrar em um entendimento profundo das necessidades do cliente, essas empresas presumem que um produto tecnicamente superior ou menos caro se venderá sozinho.

Embora essa abordagem possa ser muito lucrativa, há um alto risco de perder o contato com o que os clientes realmente desejam. Isso deixa as empresas orientadas para o produto, vulneráveis a concorrentes mais orientados para o cliente.

O Conceito de Vendas

Outras empresas seguem uma orientação de vendas. Essas empresas enfatizam o processo de vendas e tentam torná-lo o mais eficaz possível. Embora empresas de qualquer setor possam adotar o conceito de vendas, empresas de marketing multinível como a Herbalife e a Amway geralmente se enquadram nesta categoria.

Muitas empresas business-to-business (B2B) com equipes de vendas dedicadas também se enquadram nesse perfil. Essas organizações presumem que um bom vendedor com as ferramentas e incentivos certos é capaz de vender quase tudo.

As técnicas de vendas e marketing incluem métodos de vendas agressivos, promoções e outras atividades que apóiam a venda.

Freqüentemente, esse foco no processo de venda pode ignorar o cliente ou vê-lo como alguém a ser manipulado. Essas empresas vendem o que fazem, o que não é necessariamente o que os clientes desejam.

O Conceito de Produção

O conceito de produção é seguido por organizações que buscam baixos custos de produção, processos altamente eficientes e distribuição em massa (o que lhes permite entregar mercadorias de baixo custo ao melhor preço).

Essa abordagem ganhou popularidade durante a Revolução Industrial do final de 1800, quando as empresas estavam começando a explorar as oportunidades associadas à automação e à produção em massa.

As empresas orientadas para a produção presumem que os clientes se preocupam mais com a disponibilidade imediata de produtos de baixo custo e menos com as características específicas do produto.

O sucesso de Henry Ford com o inovador Modelo T construído para a linha de montagem é um exemplo clássico do conceito de produção em ação.

Hoje, essa abordagem ainda é amplamente bem-sucedida nos países em desenvolvimento que buscam ganhos econômicos no setor manufatureiro.

 

O conceito de Marketing

Entendendo a organização completa.

As empresas experientes reconhecem a importância dos recursos, da produção e das vendas do produto, mas também percebem que o foco mais amplo do processo de três etapas descrito abaixo os ajudará a serem mais eficazes:

  • Coletar continuamente informações sobre as necessidades dos clientes e as capacidades dos concorrentes;
  • Compartilhar as informações entre departamentos; e
  • Usar as informações para criar uma vantagem competitiva, aumentando o valor para os clientes.

Esta sim, é uma verdadeira orientação de marketing.

Imagem: @rawpixel.com

Esperamos que tenha gostado do conteúdo. Comente e compartilhe.

Deixe também suas dúvidas ou sugestões.

Por fim, um abraço de toda a equipe!

 


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.