Diferença entre SPC e Serasa. Saiba mais – Sobre Varejo

Antes de mais nada, vale frisar que ambos são órgãos de proteção ao crédito. A diferença entre SPC e Serasa está na forma em que coletam os dados e informações, assim como na forma de consulta.

Ambos têm uma função específica: Criar uma lista (cadastral) com os dados e informações dos indivíduos que possuem algum débito em atraso, ou seja: dívidas em empresas, bancos, entre outros.


Essas empresas têm os dados de todos os negativados do país. Descubra o que significa cada uma delas e como você pode consultar o seu nome.

Principais Características do SPC

  • Nomenclatura: Serviço de Proteção ao crédito.
  • Função: Desenvolver uma lista de inadimplentes e disponibilizar às empresas.
  • Como funciona: O órgão de proteção ao crédito, coleta e registra informações pessoais como nome e CPF, de pessoas com atraso nas dívidas.
  • Objetivo: Contribuir e orientar as empresas, bancos e lojas em decisões e concessões de crédito, empréstimos ou negócios.
  • Dados Coletados: Os dados geralmente são fornecidos através dos lojistas cadastrados e unificados no sistema.
  • Informações coletadas: Dívidas no comércio em geral, além das companhias de água e energia elétrica.
  • Fundada em: 1955, através das Câmaras de Dirigentes Lojistas, ou simplesmente CDL.
  • Como consultar?: Através de local físico ou internet. Para as consultas online são cobradas taxas.
  • Outros serviços: Análise de crédito para empresas, certificação digital, SPC Avisa.

O SPC é “patrocinado” pelas associações comerciais, especificamente as Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDL).

Isso significa que o SPC, assim como o Serasa, vende aos lojistas a relação de pessoas físicas e jurídicas que estão com débitos em aberto. Ou seja, como o “nome sujo”.

Atualmente o valor para a consulta online do CPF, é de R$9,90/consulta.

Caso queira fazer uma consulta, clique aqui.

 

Principais Características do Serasa

  • Nomenclatura: Serasa Experian.
  • Função: Desenvolver uma lista de inadimplência, através de dados pessoais.
  • Como funciona: O órgão de proteção ao crédito, coleta e registra informações pessoais como: nome e CPF, de pessoas com atraso nas dívidas.
  • Objetivo: Contribuir e orientar as empresas, bancos e lojas em decisões e concessões de crédito, empréstimos ou negócios.
  • Dados Coletados: Os dados geralmente são fornecidos por bancos e instituições financeiras.
  • Informações coletadas: Débito em atraso para bancos e instituições financeiras, além de outras situações como por exemplo: cheque sem fundo, atraso em financiamentos e consórcios e dívidas em cartão de crédito.
  • Fundada em: 1968, através de uma parceria entre bancos e associações financeiras (bancárias).
  • Como consultar?: Através da internet, no site da empresa (consulta gratuita), além das agências físicas do Serasa Experian (consulta pessoal).
  • Outros serviços: Oferece também um plano de monitoramento dos clientes.

Em 1968, a Serasa foi criada em uma parceria com a Associação de Bancos do Estado de São Paulo (Assobesp) com as Federação Brasileira das Associações de Bancos (Febrabran).


Atualmente, ela pertence a uma empresa irlandesa chamada Experian, e por isso, seu nome no Brasil mudou, passando a ser chamada de Serasa Experian.

Esta é uma das empresas que recebem o seu status ou boletim de inadimplente quando você deixa de pagar alguma dívida.

Quando isso acontece, o consumidor recebe uma carta com um aviso sobre a negativação, nesse caso ainda é disponibilizado 10 dias na busca por uma solução antes da efetiva negativação.

Caso queira fazer uma consulta, clique aqui.

 

Mais informações:

A Serasa Experian e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), são empresas que registram informações pessoais, como nome e CPF, endereço, além de outros dados como por exemplo:

  • Dívidas atrasadas.
  • Cheques protestados.
  • Cheques roubados.
  • entre outros…

Apesar de terem algumas diferenças, a intenção delas é a mesma: fornecer informações para lojas e bancos para dar mais segurança nas transações que dependem de crédito, emprestam dinheiro ou fazem financiamentos.

Quando você deixa de pagar uma dívida, o banco ou loja pode enviar essa informação para a Serasa e SPC Brasil, informando que você está inadimplente, ou seja, negativado.

Essa informação é anexada a um cadastro e fica disponível para qualquer empresa que contratar o serviço desses órgãos (SPC e Serasa).

Dessa forma, quem não paga a dívida fica com o nome nesse cadastro por até cinco anos (caso a dívida não seja regularizada).

Após esse período, os órgãos são obrigados a retirar os nomes do inadimplentes. E assim, você só continua “negativado” caso tenha adquirido novas dívidas.

A Serasa recebe a maior parte das informações sobre quem tem dívida em bancos, enquanto o SPC tem mais acesso aos dados de consumidores que adquirem dívidas através do comércio.

Independente disso, quando você é negativado em uma delas, essa informação frequentemente chega às demais empresas de proteções ao crédito.

 

Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC)

Esse serviço é administrado pela “Boa Vista Serviços”, uma empresa que também possui as informações sobre quem é/está inadimplente.

Diferentemente do SPC, a Boa Vista SCPC permite que você consulte seu CPF gratuitamente pela internet.

Caso queira fazer uma consulta, clique aqui.

 

Por fim, esperamos que tenha gostado do conteúdo. Compartilhe, comente ou deixe as suas dúvidas.

 

Imagem: lovelyday12


One thought on “Diferença entre SPC e Serasa. Saiba mais – Sobre Varejo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *