A escolha da gráfica para impressão do Tabloide de Ofertas

Quais fatores devo levar em consideração na escolha da gráfica para impressão de tabloide? O preço é sempre o fator determinante? Saiba as melhores práticas!

Uma apresentação de portfólio e algumas referências comerciais são primordiais para a escolha da gráfica. Afinal esta é uma etapa extremamente delicada e que pode por em risco todo o trabalho já desenvolvido.


Portanto, a escolha precisa ser cuidadosa e alguns pontos podem e deve ser observados: A agilidade na entrega, o compromisso da empresa, a qualidade e preço. 

gráfica para impressão de tabloide

A agilidade na entrega

Ela é essencial, pois na preparação do tabloide, todo o tempo ganho vale muito. A análise da concorrência é realizada até o último segundo e é primordial para os ajustes finais.

Nessa briga de gigantes “os centavos valem mil”. Portanto: Uma equação vantajosa para essa escolha, seria aquela gráfica que te assegure uma boa preparação do material (tempo de produção: ajustes de preços, fotos de qualidade, conferência na área de vendas e no setor comercial) além é claro, de uma produção e impressão segura e de qualidade.


O compromisso da gráfica para impressão de tabloide

Essa é uma questão obvia de coerência e profissionalismo, mas vale sempre frisar. A empresa contratada (gráfica) tem em primeira mão todas as promoções que virão nos próximos dias. Dessa forma, o sigilo deve ser absoluto e importantíssimo para que a concorrência não tenha acesso e prepare um material superior em qualidade de produtos, preço ou objetivo.

Isso deve ser estendido para todos os colaboradores da empresa (gráfica).

Qualidade

Não menos importante, temos a qualidade. Afinal um tabloide com impressão ruim, tremida, com tintas e cores incoerentes, além da dificuldade para leitura não são atrativos para os consumidores.

Deve-se analisar também a qualidade do papel: Offset, Lwc e couchê, são alguns dos mais utilizados atualmente, além é claro da gramagem do papel. O melhor custo beneficio, o objetivo por trás de cada material, a qualidade da peça já impressa… enfim seja sempre criterioso com os prós e contras.

Preço

Como citado acima, o preço vai de acordo com o material escolhido e a quantidade de impressão. Nessa negociação, nem sempre a gráfica mais barata é garantia de um bom negócio.

Pesquise, faça testes de impressão, busque o melhor custo-benefício para a sua empresa.

Pequenas quantidades de impressos nem sempre valem a pena, pois os custos de produção (preparação da chapa de impressão, cores, maquinário) são necessários tanto para a produção de pequenas quanto grandes quantidades. Isso já acarreta em um “valor base” inicial.

Por fim, escolha uma gráfica de confiança e que esteja preparada para lidar com eventuais imprevistos… Acredite, eles vão acontecer.

 

Imagem: @sergiign

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.